Lavid promove sessão de cinema 4K com acessibilidade na UFPB – LAViD/UFPB Núcleo de Pesquisa e Extensão

Lavid na mídia

Notícia


Lavid promove sessão de cinema 4K com acessibilidade na UFPB

By: 17 de fevereiro de 2014 187 views Visualizações

Teste feito no Lavid da tecnologia CineLibras de tradução automática em LIBRAS de filme

O projeto de cinema digital “Ver Brasil – Módulo I” promove nesta quarta-feira, 19, às 16h, na Sala Aruanda, localizada no CCTA da UFPB, uma sessão de cinema com imagens UltraHD (4K – definição quatro vezes melhor que da TV digital e blu ray). Na sessão será feita uma demonstração da projeção em 4K de filme utilizando a tecnologia Suíte Fogo, desenvolvida no projeto pelos pesquisadores do Lavid. O filme exibido será “Sintel”, uma animação produzida e cedida ao projeto pela Blender Foundation.

Na oportunidade, o público também conhecerá o CineLibras, uma tecnologia assistiva de tradução de legendas de filmes para LIBRAS. O CineLibras promove a tradução automática do filme na linguagem de sinais a partir de um conceito de segunda tela no qual a janela com o vídeo do tradutor (um avatar 3D) é visualizada através de tablets e smartphones.

Na sessão, estarão presentes pessoas com deficiência auditiva que testarão a solução desenvolvida pela equipe de estudos em acessibilidade do Núcleo Lavid. “A solução torna possível que pessoas surdas possam participar de uma sessão de cinema de forma inclusiva, ou seja, acompanhando o conteúdo na sua primeira língua, que no caso dos brasileiros é a LIBRAS”, destaca o coordenador de acessibilidade do projeto, Tiago Maritan.

De acordo com dados do Censo 2010, na Paraíba 6,11% da população tem alguma deficiência auditiva. Em João Pessoa, o total é de 5,14% da população da cidade.

No mesmo levantamento, o IBGE aponta que 2,73% de pessoas com deficiência auditiva são analfabetos; na Capital, o número é um pouco menor: 1% da população que apresenta esta deficiência. “O CineLibras é importante porque a grande maioria das pessoas surdas tem dificuldade para ler e compreender legendas em língua portuguesa, uma vez que o português funciona como uma segunda língua, fato comprovado em alguns estudos da área”, ressalta o professor Tiago Maritan.

Ainda segundo ele, essa tecnologia torna a sessão inclusiva porque permite que as pessoas surdas acompanhem a tradução para LIBRAS no seu próprio dispositivo móvel, sem interferir no conteúdo projetado na tela para todos. O projeto “Ver Brasil – Modulo I” é financiando pelo Ministério da Cultura. O CineLibras tem financiamento da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa – RNP.

Outra vantagem desta tecnologia é o baixo custo, avaliado pelo pesquisador em torno de 5 mil reais por sala de cinema. “O investimento básico para viabilizar a implementação dessa solução seria um servidor executando o CineLibras, e uma base sem fio para conectar os dispositivos neste servidor”.

Sinopse:

“Sintel” é um curta-metragem produzido de forma independente, iniciado pela Fundação Blender como um meio de melhorar e validar a suíte Blender, uma solução de código aberto desenvolvida para criação de conteúdos 3D. Este filme tem duração de 15 minutos e foi produzido no estúdio da Blender Institute em Amsterdam, por uma equipe internacional de artistas e desenvolvedores. Além disso, vários objetivos técnicos e criativos cruciais foram realizados on-line, por desenvolvedores, artistas e equipes de todo o mundo.

Fonte: www.sintel.org

Redação: Kellyanne Alves

Fotos: Kellyanne Alves

[Total: 0    Média: 0/5]



Útima notícia

NPE/Lavid lança edital de seleção de bolsistas

O NPE/LAViD- Núcleo de Pesquisa e Extensão em Aplicações de Vídeo Digital - LAViD, através ...

Notícias recomendadas

sexta às 14:28 02Fri, 01 Jul 2016 14:28:57 +000057.

27
NPE/LAViD divulga resultado final da seleção de bolsistas

quarta às 16:46 04Wed, 15 Jun 2016 16:46:03 +000003.

cropped-lavid-1.png
NPE/Lavid lança edital de seleção de bolsistas