Tecnologia paraibana de cinema digital é destaque no CineGrid 2012 em San Diego – LAViD/UFPB Núcleo de Pesquisa e Extensão

Lavid na mídia

Notícia


Tecnologia paraibana de cinema digital é destaque no CineGrid 2012 em San Diego

By: Wednesday December 19th, 2012 297 views Visualizações

O Núcleo Lavid participou de mais uma edição do CineGrid International Workshop, na Universidade da Califórnia, em  San Diego (EUA). O CineGrid  é  reconhecido como um dos maiores eventos internacionais na área de cinema. Na última terça-feira (11), uma equipe de pesquisadores do Núcleo Lavid realizaram duas apresentações da tecnologia de armazenagem, transmissão e execução de filmes digitais em super alta definição. O software denominado Fogo Player foi desenvolvido neste Núcleo de Pesquisa da UFPB.

Com o Fogo Player é possível armazenar filme digital em formato 4K (4096 x 2304 pixels/frames), usando uma infraestrutura de armazenamento distribuída em rede. O filme em 4K possui imagens cerca de quatro vezes superior à Full HD e por isso torna-se um arquivo grande e pesado. A lógica do Fogo Player é distribuir um filme em “pedaços”. Estes são armazenados em diferentes redes utilizando os pontos de presença (PoPs) da RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa). A transmissão acontece por meio destas redes acadêmicas que enviam simultaneamente os “pedaços” do filme para o Fogo Player. O software recebe o filme e executa num projetor de cinema digital 4K.

Durante o CineGrid 2012, o coordenador do Lavid, Guido Lemos, e os pesquisadores Lucenildo Lins, Felipe Lacet, Manoel Gomes e Danilo Sales fizeram duas participações do Projeto Cinema Digital do Núcleo Lavid. A primeira demonstração foi uma transmissão do filme EsteriosEnsaios para a sala de projeção de cinema digital da Universidade da Califórnia. Na transmissão este filme estava dividido em quatro partes armazenadas em máquinas diferentes, sendo uma em João Pessoa, no Núcleo Lavid/UFPB, e as outras três distribuídas em rede nos POPs da RNP. O Fogo Player recebeu, sincronizou todas as partes e exibiu o filme durante o evento. Os POPs da RNP utilizados na transmissão estavam em Vitória (ES), Brasília (DF) e Florianópolis (SC).

Na segunda apresentação, os pesquisadores paraibanos além de demonstrar a transmissão em rede e projeção digital de uma animação em 3D armazenada nos quatro computadores localizados em João Pessoa (PB), Vitória (ES), Brasília (DF) e Florianópolis (SC), também exibiram este filme simultaneamente para uma segunda tela (smartphones e tablets) dos sistemas Apple e Android.

Nesta segunda tela o público conferiu a tradução instantânea para a linguagem LIBRAS, através de uma janela automática de legendas que usa um avatar 3D com intérprete. Este intérprete em avatar é denominado de Hozana.

O curta em animação é uma produção da Blender Foundation, uma organização independente holandesa, que cedeu o uso do filme para o Núcleo Lavid.

EsteriosEnsaios é um  filme brasileiro produzido pelo Grupo de Trabalho de Criação de Conteúdo Visual, coordenado pela professora da Mackenzie, Jane de Almeida.

 

Fotos: Leandro Ciuffo (RNP)

Redação: Kellyanne Alves – Jornalista

[Total: 0    Average: 0/5]



Útima notícia

(Português do Brasil) Resultado da seleção do edital Nº 002/2019 – GR/UFPB

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.