Lavid apresenta bom resultado na seleção de artigos para o XVII Webmedia 2011 – LAViD/UFPB Núcleo de Pesquisa e Extensão

Lavid na mídia

Notícia


Lavid apresenta bom resultado na seleção de artigos para o XVII Webmedia 2011

By: Tuesday July 26th, 2011 363 views Visualizações

Na décima sétima edição do Simpósio Brasileiro de Sistemas Multimídia e Web (WebMedia) o Lavid terá sua participação marcada pela apresentação de cinco artigos e um minicurso. O WebMedia é considerado um dos maiores evento da área. O evento reúne pesquisadores e profissionais que durante três dias apresentam e discutem as principais tendências e contribuições científicas nas áreas de multimídia, hipermídia e web.

Na categoria de artigos completos foram selecionados ao todo 32 artigos para o Simpósio, deste total 5 artigos são de autoria dos pesquisadores do Lavid. Conforme a vice-coordenadora do Lavid, Tatiana Aires, este resultado reforça a contribuição das pesquisas realizadas no laboratório para o campo multimídia. “O WebMedia é a principal conferência da área de multimídia no Brasil e essa participação massiva do laboratório demonstra a qualidade e a diversidade das diferentes pesquisas desenvolvidas aqui no Lavid”, destacou a professora.

Os artigos selecionados apresentam resultados das pesquisas desenvolvidas por 3 projetos que atualmente estão em execução no laboratório. Os projetos são: TVDA – Ambiente de Desenvolvimento/Teste de aplicações para TV Digital; GTAVCS – Grupo de Trabalho em VídeoColaboração em Saúde  e Libras TV – TV Sistema de geração automática de legendas em língua brasileira de sinais (LIBRAS) para o Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD).

O professor da UFPB, Tiago Maritan, atua como gerente do projeto Libras TV no Lavid. O pesquisador, que teve 2 artigos selecionados, fala sobre a importância da participação nesse evento. “É um evento de referência da área no Brasil. Além de gratificante, é uma excelente oportunidade de divulgar o nosso trabalho para a sociedade científica”, ressaltou Maritan.

“Uma Proposta de Protocolo de Codificação de LIBRAS para Sistemas de TV Digital” é um dos artigos selecionados para o WebMedia. A proposta de protocolo de codificação para Libras no SBTVD apresentada no artigo já foi encaminhada pelo coordenador Guido Lemos para apreciação do Fórum SBTVD. “A ideia é que esta proposta seja apreciada pelo Fórum SBTVD como uma possível proposta para se tornar um padrão de transmissão de Libras na TV digital”, informa Tiago Maritan.

O título dos artigos completos que foram selecionados para o WebMedia são: “Estratégias de Segurança para Transmissão de Fluxos de Mídias em Alta Definição”, “Uma Proposta de Protocolo de Codificação de LIBRAS para Sistemas de TV Digital”, “WikiLIBRAS: Construção Colaborativa de um Dicionário Multimídia em Língua Brasileira de Sinais”, “iTVnews: Uma Ferramenta para Construção de Aplicações Telejornalísticas em TVDI” e “Uma Abordagem Dirigida por Modelos para Integração de Aplicações Interativas e Serviços Web: Estudo de caso na Plataforma de TV Digital”.

O minicurso selecionado possui o título: “Utilizando a Arthron para o gerenciamento remoto de múltiplos fluxos de mídia”. O minicurso é direcionado para a apresentação das funcionalidades e aplicação da ferramenta na transmissão e gerenciamento de fluxos de mídia nos cenários de educação à distância, telemedicina e dança telemática. Em todos estes contextos a ferramenta foi testada em ambiente real e demonstrou casos de sucesso. O minicurso acontecerá do dia 03 de outubro no período da tarde.

A promoção do WebMedia é da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e este ano acontecerá no período de 03 a 06 de outubro, na Universidade Federal da Santa Catarina, em Florianópolis.  Mais informações do evento acesse aqui.

Confira abaixo os autores e o resumo dos artigos e do minicurso selecionados.

Minicurso: Utilizando a Arthron para o Gerenciamento Remoto de Múltiplos Fluxos de Mídia

Autores: Julio Silva (UFPB) Anderson Ferreira(UFPB), Elenilson Vieira (UFPB), Marcello Passos (UFPB), Erick Melo (UFPB), Tatiana Tavares (UFPB), Guido Lemos Filho (UFPB)
Segunda-feira (03/10) – tarde (13:30 às 15:30 e 15:50 às 17:30)

Resumo:O uso da tecnologia para dar suporte à transmissão de fluxos de mídia, como os que são gerados em eventos artístico-tecnológicos, tecno-científicos e esportivos ou em telemedicina, torna a Interação Humano Computador mais sofisticada, natural e complexa, especialmente do ponto de vista dos sistemas computacionais. Assim, este minicurso tem como objetivo apresentar a Arthron, uma ferramenta composta por um conjunto de componentes que juntos facilitam o gerenciamento de fluxos distribuídos, controlando desde a captura até a exibição das mídias envolvidas de forma eficiente e intuitiva.

Estratégias de Segurança para Transmissão de Fluxos de Mídias em Alta Definição.
Autores:  Elenilson Vieira Da Silva Filho, Anderson Vinícius Alves Ferreira, Julio Silva, Marcello Passos, Erick Melo, Gustavo Motta, Tatiana Tavares and Guido Souza Filho.

Resumo:A área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) tem sofrido uma notável transformação caracterizada pela universalização das formas de conectividade e popularização de dispositivos midiáticos. Tais fatores propiciaram o surgimento de novas redes de transmissão para lidar com grandes volumes de dados e com grande poder de transmissão. Com o rápido desenvolvimento de várias tecnologias multimídia, cada vez mais dados são gerados e transmitidos pela rede. Quando aplicadas a domínios médicos, comerciais e militares, por exemplo, um dos principais pontos a serem considerados é a segurança e privacidade. Assim, este trabalho apresenta uma estratégia de segurança e privacidade, baseada na autenticação e verificação de autenticidade de usuários, além da distribuição de fluxos criptografados. Tal estratégia foi desenvolvida e integrada à Arthron, uma ferramenta para transmissão de múltiplos fluxos midiáticos de alta definição.

Uma Proposta de Protocolo de Codificação de LIBRAS para Sistemas de TV Digital.
Autores: Felipe Lemos, Felipe Ferreira, Gutenberg Neto, Tiago Araujo and Guido Filho.

Resumo:Os sistemas de TV Digital atuais não possuem padronização específica para língua de sinais (LS). A solução utilizada na TV nos dias de hoje, consiste em transmitir uma janela com um intérprete de LS sobreposto ao vídeo do programa. Esta solução se mostra ineficaz em vários aspectos: possui um alto custo operacional, é dependente de um intérprete em tempo integral,
além de distrair os telespectadores que não são surdos. Somado a tudo isso, a geração de uma mesma janela para todos os usuários, não respeita as diferenças regionais das LS. Para reduzir esses problemas, o objetivo principal desse trabalho é propor um protocolo que viabilize a codificação e transmissão de janelas em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para sistemas de televisão digital. Nessa proposta, os quadros do vídeo da janela de LIBRAS não são transmitidos. Em vez disso, é transmitido um conjunto de códigos, onde cada código está relacionado à representação visual de um sinal de LIBRAS armazenada no receptor. Dessa forma, é possível respeitar as diferenças regionais e reduzir a largura de banda utilizada na transmissão. Adicionalmente, também são investigadas estratégias para representar efeitos sonoros, entonação de voz e nuances emocionais na sinalização.

WikiLIBRAS: Construção Colaborativa de um Dicionário Multimídia em Língua Brasileira de Sinais.
Autores: Danilo Assis Nobre Dos Santos Silva, Tiago Maritan Ugulino De Araújo, Guido Lemos De Souza Filho, Pollyane Carvalho Da Silva, Mateus Ferreira Dos Santos and Iris Regina Nascimento.

Resumo:As línguas de sinais (LS) são línguas naturais compostas por vocabulários e gramáticas próprias. Em conseqüência disso, as diversas comunidades de surdos necessitam de dicionários que associem seus sinais a palavras na língua oral do seu país. Esses dicionários podem ser utilizados, por exemplo, para auxiliar no ensino ou na divulgação dessas LS, para compor sistemas de tradução automática para LS, dentre outros. Contudo, como as LS possuem, em geral, milhares de sinais e novos sinais podem surgir constantemente para expressar novos conceitos, a construção desses dicionários de forma manual, além de ser onerosa, não é uma tarefa trivial. Para minimizar esses problemas, nesse trabalho é proposta a criação de um sistema Web para construção colaborativa de um dicionário multimídia em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). O objetivo é que usuários colaboradores, especialmente surdos, gerem automaticamente os sinais desse dicionário através da configuração dos parâmetros de um agente animado virtual 3D (avatar-3D). Após a geração, os sinais passam por uma etapa de supervisão para evitar que sinais gerados incorretamente sejam inseridos no dicionário. Para viabilizar a geração automática desses sinais, uma contribuição adicional desse trabalho é a definição de uma linguagem formal para representação de sinais em LIBRAS.

Uma Abordagem Dirigida por Modelos para Integração de Aplicações Interativas e Serviços Web: Estudo de caso na Plataforma de TV Digital.
Autores: Raoni Kulesza, Thales Pordeus, Álan Guedes, Manoel Marques Neto, Celso Santos, Silvio Meira and Guido Lemos.

Resumo:Este trabalho propõe uma abordagem de desenvolvimento orientado por modelos, que integra aplicações multimídia interativas e Web Services. Ele baseia-se em uma linguagem de modelagem existente, que é estendida para integrar conceitos de modelagem para aplicações interativas e adicionar suporte para os serviços web. Três aplicações de TV Digital foram modeladas e desenvolvidas. Como mostramos, o uso da abordagem trouxe benefícios não suportados por trabalhos relacionados, como estruturação de requisitos e redução da quantidade de trabalho necessário para finalizar o código gerado.

iTVnews: Uma Ferramenta para Construção de Aplicações Telejornalísticas em TVDI.
Autores:  Marcelo Sousa, Tatiana Tavares and Ed Porto.

No contexto do telejornalismo percebe-se, diariamente, um volume exacerbado de informações. Isto exige um alto grau de desdobramento das equipes dos telejornais, uma vez que o intervalo de tempo entre a cobertura da matéria e a veiculação desta se minimiza a cada dia. Atualmente, para a criação de aplicações interativas, os jornalistas carecem do suporte da equipe de informática o que pode atrasar o processo de elaboração de matéria interativa. O objetivo deste trabalho é possibilitar a criação automática de aplicativos de Televisão Digital Interativa para telejornal (enquete, quiz, chat etc). Para tanto, é apresentada a ferramenta iTVnews que oferece ao jornalista um ambiente computacional que abstrai a complexidade da programação desses aplicativo, focando-se na linguagem do domínio dos profissionais da área.

Redação: Kellyanne Alves – Jornalista

[Total: 0    Average: 0/5]



Útima notícia

(Português do Brasil) Resultado da seleção do edital Nº 002/2019 – GR/UFPB

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.